05 lugares para se conhecer no Chile

Separamos  para você, que gosta de aventura e da vida ao ar livre, 05 dos melhores lugares para se ver e visitar no país ideal para viajantes que gostam de entrar em contato com a natureza: o Chile!

1 – Deserto do Atacama

Deserto-do-Atacama.

O Deserto do Atacama fica no Norte do Chile e é o deserto mais alto e árido do mundo, 250 vezes mais seco que o deserto do Saara.

 Em San Pedro do Atacama, a cidade que concentra os principais meios de hospedagem e serviços turísticos, os viajantes podem conhecer o Valle de La luna e de la Muerte, que faz jus ao nome com suas planícies e formações pontiagudas que parecem cenários de filme. Os Géiseres del Tatio, à 4.300m de altitude e o Vulcão Lascar completam a turma de planícies áridas que você não pode deixar de ver.

 Mas, para quem gosta mais de água do que de terra, o Deserto do Atacama também abriga algumas das lagoas mais salgadas e lindas que os viajantes poderão ver durante a visita: as Lagunas Altiplanicas e a Laguna Cejar. Elas não são exatamente próprias para banho, por conta de sua salinidade, mas na Laguna de Piedra os viajantes poderão boiar o quanto quiserem em águas azuis esverdeadas!

2 – Capillas de Marmol (Capelas de Mármore)

Capillas-de-Marmol

As Capelas de Mármore do Lago General Carrera são frutos da erosão das águas do lago, ao longo de muitos anos, contra as rochas, que formaram um conjunto de túneis onde os viajantes podem passar com a ajuda de pequenas embarcações quando o nível do lago está baixo.

O lago General Carrera é considerado um dos maiores de todo o Chile e o mais fundo da América do Sul, as águas azul turquesa ainda ficam mais lindas quando percebemos que estão cercadas pela Cordilheira dos Andes, o que deixa o passeio até as Capillas de Marmol ainda mais inesquecível.

3 – Isla de Pascoa / Rapa Nui

Isla-de-Pascoa

A Ilha de Páscoa ou Rapa Nui, como é chamada no idioma nativo, é a última fronteira à oeste da América do Sul, suas raízes são essencialmente polinésias, a civilização que habitava a ilha manteve a sua cultura livre de influências externas.

 Em Rapa Nui, os viajantes podem visitar as grandes esculturas de pedra vulcânica, chamadas Moai, que ficam espalhadas por toda a ilha e já foram motivo de estudos e teorias diversas.

 A Ilha também é considerada um dos maiores museus a céu aberto do mundo, já que as ruínas, as pinturas e as pedras talhadas de seus primeiros habitantes estão espalhadas por toda a sua extensão.

 A Ilha de Pascoa também é recheada de tradições que os viajantes podem experimentar, como tocar na pedra “Te Pito O Te Henua” ou O umbigo do Mundo, que , segundo as tradições, transmite a energia do universo. Além disso, também é possível fazer caminhadas pelos vulcões “Rano Raraku” e “Rano Kau”, visitar a praia de Anakena, fazer mergulho na praia “Ovahe” e surfar na praia “Pea”.

4 – Torres del Paine

Torres-del-Paine

O Parque Nacional Torres del Paine é uma sucessão de bosques, montanhas, lagos e lagunas, fiordes, geleiras eternas e campos de flores, que fica no sul da Patagônia Chilena.

 Os visitantes com mais tempo podem escolher fazer atividades como trekkings pela área do parque, onde podem não só observar as belas vistas como os animais que coexistem com as belas paisagens. Também é possível agendar um passeio de van pelos principais pontos de visualização.

 Durante os passeios, os viajantes podem visitar a Lagoa Azul, a base das Torres, o Valle do Francés, o Glaciar Grey, o mirador e cascata del Paine, além de fazer passeios de caiaque e pequenas escaladas, tudo isso em torno das Torres del Plaine.

5 – Lagoa de Cristal – Algarrobo

Lagoa-de-Cristal-Algarrobo

A Lagoa de Crista é a maior piscina do mundo, que fica na cidade de Algarrobo, no Resort San Alfonso del Mar. Apesar de utilizar a água do mar, filtrada por bombas automáticas e reposta de volta a natureza periodicamente, ela está em propriedade privada e, para poder mergulhar em suas águas, os viajantes precisam ser hóspedes do Resort.

 Apesar disso, vale a pena visitar a praia e dar uma olhada pra essa piscina, com mais de 1000 metros de extensão, onde os hóspedes podem até praticar esportes como surfe, navegação com barcos a vela, caiaque e canoas.